Cabelos, Moda e Beleza by Rodrigo Lima

Visagismo

Visagismo

Visagismo: Criação da identidade pessoal

Ter um estilo próprio vai além da moda. Não adianta querer ter o corte ou a coloração do cabelo de determinada celebridade se aquele modelo não combina com seu estilo. Descobrir o look que combina com cada personalidade também não significa que a moda será deixada de lado, pelo contrário, mostra que nos preocupamos em mostrar aquilo que temos de melhor e sabemos trazer a tona o que nos faz ser unicos e especiais.
Mas o que tem o visagismo a ver com isso?
Tudo!
Antes de escolher um corte de cabelo, uma coloração, o design das sobrancelhas e até mesmo a maquiagem, é preciso analisar o físico da pessoa, levando em conta o formato do rosto, as feições, o gestual, a cor da pele e também considerar a personalidade, a profissão e os gostos pessoais.
A imagem da pessoa fala por ela mesma e por isso o visagismo não se prende a padrões. A preocupação é valorizar os pontos fortes e adaptar a moda ao estilo de cada um.
Quantas vezes você olhou para uma pessoa e de repente não simpatizou com essa pessoa? Já aconteceu inúmeras vezes não? E será que você já se perguntou porque isso acontece? As pessoas criam uma série de explicações que incluem desde motivos mistícos como “diferenças de energia” passando pelo classico “não fui com a cara de fulano tal”.
Mas, será que a imagem da pessoa em questão não foi o grande vilão desta história? Será que talvez o fato das linhas desta pessoa não se adequarem a você, fez com que você não simpatizasse com esta pessoa ? O que tudo isto tem em comum? Tudo, mas absolutamente tudo que olhamos é formado por alguns tipos basicos de linhas. Na natureza encontraremos quatro tipos basicos de linhas que mesclam e formam outros tantos tipos.
E o que a sua imagem pessoal tem a ver com isso? Muito, levando em consideração que se você se olhar no espelho agora verá um conjunto harmônico de linhas, poderá perceber que o nariz as vezes é triangular, que os olhos são redondos e que muitas vezes temos testa, sombrancelha e algumas outras partes do rosto retas

Mas, deixe me entender, como as linhas influenciam no que a gente vê?
O visagismo começou a ser desenvolvido a partir de 325 D.C com Hipocrates e graças a pesquisa de alguns brilhantes neurologistas, o estudo de renomados psicólogos como Carl G. Jung e de pessoas como Fernand Aubry ( o criador do termo visagismo), hoje sabemos que nosso cérebro processa as informações de forma muito peculiar e sabemos que reage a estimulos visuais graças a determinadas áreas.
Recentemente foi descoberto que no cerebro humano existe uma aréa especifica apenas para processar primeiras impressões e sentimentos relativos a essas impressões e essa aréa leva apenas vinte segundos para isso. Prõximo ao Hipotalamo existe uma parte do cérebro chamada amigdala a qual tem como função, processar as reações do cerebro, em relação as chamadas informações primitivas, que foram transmitidas atráves da informação genetica de geração em geração.
Opa!
Não entendi absolutamente nada do que você falou…
Vamos explicar de uma forma mais fácil:
Durante milhares de anos, o ser humano tem se deparado com uma série de obstáculos, predadores naturais e sensações estimulantes, atráves da associação de todas essas linhas com o sentimento que elas produziram, o cerebro aprendeu a ter determinadas reações diante de certos estimulos visuais.
Observando essa interação do homem com o meio, Jung interpretou os simbolos e criou um conceito psicologico desta relação e atráves deste conceito nascia o Visagismo.
Visage é uma palavra francesa que significa rosto, face e o sufixo ismo quer dizer estudo. Dai temos o visagismo como estudo da face.
A gente reconhece uma pessoa pelo rosto dela, não pelas mãos nem pelos pés, mas pela face. Dai o rosto ser considerado ponto chave para uma analise da identidade visual.
Para poder criar o senso da imagem pessoal precisamos ter em mente que as linhas são o fator principal para nossa analise e que C.G.Jung dividiu estas linhas em quatro de acordo com as emoções que elas transmitem.

Linhas de força: são as linhas retas, horizontais ou verticais geralmente simbolizam a força ou barreira. Manifestam-se em rostos retangulares, sobrancelhas retas, queixo quadrado, entre várias outras características.

Linhas de movimento: aquelas linhas inclinadas,que se movimentam e mudam de direção,são chamadas de linhas de movimento. Podemos observar em rostos triangulares, hexagonais, sobrancelhas arqueadas, queixo triangular, etc..

Linhas onduladas:como o nome diz são as linhas onduladas, sinuosas. Encontradas geralmente em rostos ovais,em linhas finas nos lábios e sombrancelhas, queixos retraidos e mais algumas características.

Linhas redondas: geralmente tem perfil bastante redondo tanto em olhos,rosto e outras linhas.São típicaadas pessoas chamadas de “bonachões”.

É importante tambem saber avaliar qual parte do rosto é dominante nesta pessoa, se é o lado intuitivo, emocional ou racional.

Com base nestas avalições poderemos determinar como trabalharemos a imagem desta pessoa.

Se em tudo que vemos existe linhas então no nosso rosto temos varios tipos de linhas e o cabelo por si só é um atenuador ou acentuador do que essas linhas tem para dizer. Além disto temos por base, o fato que geralmente mostramos aquilo que esta dentro de nós. Por isso dizemos que o conceito do visagismo existe para equilibrar aquilo que vemos/mostramos, com o que sentimos.

Quantas vezes você viu um juiz com os cabelos cacheados jogados ao vento como um surfista?

Quantas vezes você viu uma noiva com um vestido preto reto e sem detalhes?

Posso dizer que raras vezes isso acontece nos chocamos um pouco.Justamente pelo fato de que como nos vestimos, cortamos o cabelo e até nos mexemos dizem muito sobre nós.

Fonte: Visagismo


Visagismo: saiba o que seu cabelo pode falar de você

Ter um estilo próprio vai além da moda. Não adianta querer ter o corte ou a coloração do cabelo de determinada celebridade se aquele modelo não combina com seu estilo. Descobrir o look que combina com cada personalidade também não significa que a moda será deixada de lado, pelo contrário, o visagista inglês Philip Hallawell, explica os benefícios que sua técnica pode trazer, conta o que cada tipo e corte de cabelos significam e mostra duas transformações feitas por meio dessa técnica.

“O visagismo é a construção da imagem que revela a identidade da pessoa. O visagismo coloca a imagem em sintonia com o modo de vida de cada um”, define Hallawell.

A imagem pessoal comunica muito mais que as palavras

Antes de escolher um corte de cabelo, uma coloração, o design das sobrancelhas e até mesmo a maquiagem, é preciso analisar o físico da pessoa, levando em conta o formato do rosto, as feições, o gestual, a cor da pele e também considerar a personalidade, a profissão e os gostos pessoais.

“A imagem da pessoa fala por ela mesma e por isso o visagismo não se prende a padrões. A preocupação é valorizar os pontos fortes e adaptar a moda ao estilo de cada um”, explica.

Segundo Hallawell o visagismo trabalha com o belo. “Ser bonito é ser esteticamente harmonioso, ser belo é transparecer as qualidades”, especifica.

A imagem comunica muito mais que as palavras, principalmente porque no caso da imagem pessoal, a reação de quem olha é meramente emocional. Não é preciso ter conhecimento em visagismo para entender as mensagens transmitidas pela imagem do outro.

Por isso, Hallawell mostra o que os cabelos podem comunicar sobre você, mesmo que as mensagens transmitidas por sua imagem não estejam de acordo com sua personalidade. Por isso, confira os significados de cada um e veja se o seu corte de cabelo condiz com a imagem que você deseja passar.

Cabelos com linhas verticais e retas: transmitem estrutura

Cabelos com linhas retas horizontais: transmitem estabilidade. No entanto, uma franja reta e um cabelo com linhas verticais e base na horizontal, por exemplo, cria uma espécie de barreira e mostra que a pessoa é convencional; passa falta de jogo de cintura.

Cabelos com linhas inclinadas: transmite dinamismo. Os cabelos com linhas inclinadas (desfiados ou repicados) que se voltam para dentro representam introversão e dinamismo, o que segundo o visagista Philipi Hallawell, é algo perigoso, pois mostra desequilíbrio. O ideal são as linhas inclinadas voltadas para fora, pois elas mostram que a pessoa é dinâmica e extrovertida.

Cabelos com linhas curvas: os cabelos estilo “Gisele Bündchen” transmitem amplitude, sensualidade, lirismo e romantismo.

Cabelos com linhas mais fechadas (cachos): transmite uma imagem emocionalmente conturbada.

Cabelos com linhas quebradas (encaracolados): segundo Hallawell trata-se de uma linha lúdica, que transmite infantilidade. Os encaracolados normalmente não são levados a sério. “Por isso que a maioria das mulheres, quando chega à idade adulta não gosta desse tipo de cabelo. Elas reagem emocionalmente, instintivamente ao se olhar no espelho. E essa é a mesma reação de quem as vê”, explica.

fonte: Redação Terra


As linhas de expressão

untitled.jpg

No último post falamos sobre como as linhas podem inflenciar sua imagem pessoal. Hoje abordaremos os tipos de linhas e como reconhece-las. Sim, reconhecê-las, porque muita gente não consegue saber diferenciar um octágono de um hexágono…Brincadeiras a parte, muitas vezes não conseguimos definir corretamente uma linha por não saber interpretá-la. Neste artigo vamos mostrar a diferença de cada linha e como elas se manifestam no rosto e no gestual de cada um.

Linhas de força: são as linhas retas, horizontais ou verticais geralmente simbolizam a força ou barreira. Manifestam-se em rostos retangulares, sobrancelhas retas, queixo quadrado, entre várias outras características.

Linhas de movimento: aquelas linhas inclinadas,que se movimentam e mudam de direção,são chamadas de linhas de movimento. Podemos observar em rostos triangulares, hexagonais, sobrancelhas arqueadas, queixo triangular, etc..

Linhas onduladas:como o nome diz são as linhas onduladas, sinuosas. Encontradas geralmente em rostos ovais,em linhas finas nos lábios e sombrancelhas, queixos retraidos e mais algumas características.

Linhas redondas: geralmente tem perfil bastante redondo tanto em olhos,rosto e outras linhas.São típicaadas pessoas chamadas de “bonachões”.

No nosso próximo post, daremos expilcações detalhadas destas linhas e dos sentimentos que elas provocam.

Saiba mais acessando sobre visagismo


Linhas de expressão e senso de imagem pessoal

fig03_tn.jpg

Como haviámos discutido no post anterior, as linhas podem dizer muito sobre você. Como explicamos antes, em tudo que vemos existem linhas, e isto pode influenciar no que vemos.Graças a pesquisa de alguns brilhantes neurologistas e o estudo de renomados psicólogos como Carl G. Jung, hoje sabemos que nosso cérebro processa as informações de forma muito peculiar e sabemos que reage a estimulos visuais graças a determinadas áreas.

Jung dividiu estas linhas de expressão em quatro tipos básicos: linhas retas, linhas inclinadas, linhas onduladas e linhas redondas. Cada uma destas linhas produz uma reação ao cérebro de quem a vê, podem ser reações diferentes, porém existe uma certa regularidade nas reações. A estas “reações” Jung chamou de arquétipos, que são informações primitivas do cérebro humano,passadas de geração em geração através do processo evolutivo.

Sabemos hoje que o cérebro humano leva em torno de vinte segundos para processar a imagem de uma pessoa e elaborar sua identidade visual. Sabemos também que existe no cérebro uma aréa especifica somente para as chamadas “primeiras impressões.” Com base nestes dados criamos o senso de identidade visual.

Se uma pessoa te olha e sente propensão a olhar novamente ou interesse pelo que vê, o cérebro pode criar uma identidade visual mais elaborada e você tem mais chances de agradar visualmente e fazer contato com a pessoa que esta te olhando.

Cada uma destas linhas produz uma reação e é sobre elas que discutiremos no próximo post.


O senso de imagem pessoal parte 2

Quantas vezes você olhou para uma pessoa e de repente não simpatizou com essa pessoa? Já aconteceu inúmeras vezes não? E será que você já se perguntou porque isso acontece? Talvez as pessoas criem uma série de explicações que incluem desde motivos mistícos como “diferenças de energia” passando pelo classico “não fui com a cara de fulano tal”.

Mas, será que a imagem da pessoa em questão não foi o grande vilão desta história? Será que talvez o fato das linhas desta pessoa não se adequarem a você, fez com que você não simpatizasse com pessoa em questão?Olhe a seu redor. O que você vê? Talvez a baia de trabalho de algum colega, o computador desta pessoa talvez. Se ele trabalha há muito tempo talvez você veja retratos e enfeites. Mas o que é isso ai do lado?Ah acredito que seja uma mesa, talvez cadeiras também…

O que tudo isto tem em comum? Tudo, mas absolutamente tudo que olhamos é formado por alguns tipos basicos de linhas. Na natureza encontraremos quatro tipos basicos de linhas e estas linhas se mesclam e formam outros tantos tipos.

E o que a sua imagem pessoal tem a ver com isso? Muito, levando em consideração que se você se olhar no espelho agora verá um conjunto harmônico de linhas, poderá perceber que o nariz as vezes é triangular, que os olhos são redondos e que muitas vezes temos testa,sombrancelha e algumas outras partes do rosto retas.

E como isto influencia na sua imagem? Bem isto é tema de um outro post….

Até breve!

23.jpg


O senso de imagem pessoal

Estilo acima de tudo é atitude

Ao olharmos uma pessoa, reconhecemos esta pessoa pelo seu rosto, quando lembramos de alguem é de sua expressão, de seu sorriso e de como ela mostra o que esta sentindo que lembramos.

É muito importante saber como criar nossa identidade visual, porque isto não implica somente em cortar o cabelo ou vestir uma roupa adequada.Criar uma identidade visual ao contrario do que parece é algo bastante dificil de se fazer,em geral as pessoas acabam fazendo isso baseando-se no ambiente em que cresceram e no convivio social que tiveram, sem na maioria das vezes saber que a imagem que criaram de si mesmo pode interferir no seu trabalho ou até mesmo em como as pessoas se relacionam com você.

Para criar uma identidade visual é muito importante saber que o modo como você se veste,como corta e penteia seu cabelo,como você se maquia ou faz sua barba pode influenciar nas suas linhas e expressão facial.É importante saber tudo isto para poder criar sua imagem,mas a ajuda de um profissional é sempre muito importante.

O próximo post será para ajudar a entender as linhas e como elas influenciam na sua imagem.

Até breve!